jusbrasil.com.br
24 de Novembro de 2017
    Adicione tópicos

    Comunidade Jurídica perde Ada Pellegrini Grinover

    Carta Forense
    Publicado por Carta Forense
    há 4 meses

    Nas palavras do Presidente do TJSP, Desembargador Paulo Dimas, Ada Pellegrini Grinover mais que jurista e professora foi e é exemplo a ser seguido por toda a comunidade jurídica internacional pela excelência de seus atos, responsáveis pela formação de várias gerações de juristas brasileiros.

    Ela nasceu em Nápoles (Itália), em 1933, e graduou-se em Ciências Jurídicas e Sociais na Faculdade de Direito da USP, em 1958. Primeira doutora formal da Faculdade de Direito, com a tese “Ação declaratória incidental”, defendida em 15 de maio de 1970. Tornou-se professora livre-docente, em 1973. Era professora titular de Direito Processual Penal e professora de Mestrado e de Doutorado. Foi pró-reitora de Graduação da USP na gestão do reitor Jacques Marcovitch (de 1997 a 2001). Também foi presidente do Instituto Brasileiro de Direito Processual e vice-presidente da International Association of Procedural Law e do Instituto Iberoamericano de Derecho Procesal.

    Atuou como chefe da Consultoria Jurídica da Secretaria de Justiça do Estado de São Paulo e como procuradora do Estado. Publicou uma extensa lista de artigos, livros e capítulos de livros nacionais e estrangeiros na área do Direito. Foi agraciada, na Itália, com o título de Doutora Honoris Causa pela Universidade de Milão, e com o prêmio da Fundação Redenti, da cidade de Bolonha, em 2007. Desde 2002, era membro da Academia Paulista de Letras, ocupando a cadeira nº 9.

    Faleceu ontem, dia 13/07/2017.

    Veja suas publicações na Carta Forense

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)